Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

A ENDOMETRIOSE E AS COMPLICAÇÕES NA GRAVIDEZ

Home » Espaço Endometriose » A ENDOMETRIOSE E AS COMPLICAÇÕES NA GRAVIDEZ
Agende sua Consulta

Leia na hora certa - Use o leitor QR Code e armazene este assunto para ler diretamente em seu Smartphone

 

Dr. Arnaldo S. Cambiaghi & Equipe IPGO

 

Uma pesquisa científica realizada pela Universidade de Utah, em Salt Lake City, nos Estados Unidos, apresentada no congresso americano da ASRM – 2018 (American Society for Reproductive Medicine Annual Meeting – Denver), avaliou a  história  de 433 mulheres na faixa etária de 18 a 44 anos que foram submetidas à videoaparoscopia para o tratamento da endometriose.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As associações entre o diagnóstico de endometriose e nascidos vivos e as complicações da gravidez foram analisadas.  A conclusão foi que antes da cirurgia ginecológica para endometriose, as pacientes tinham  1,5 chance maior de aborto espontâneo e mais de seis vezes gravidez ectópica / tubária.

Esta pesquisa demonstra que a endometriose, além de provocar cólicas que podem comprometer a qualidade de vida e  infertilidade, também é responsável por complicações na própria gestação.

 

Um estudo apresentado no Congresso da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (American Society for Reproductive Medicine) em Denver  pelos Professores Chavarro e Rich-Edwards, analisou os partos de 116.430 mulheres entre 25-42 anos de idade que apresentavam endometriose confirmada por laparoscopia antes de terem engravidado.

Em todas as gestações, a endometriose foi associada a um maior risco de desfechos maternos adversos:

1 – diabetes gestacional;

2 – hipertensão induzida pela gravidez;

3 – pré-eclâmpsia.

 

A relação entre endometriose e diabetes gestacional foi mais forte entre as mulheres com história de infertilidade, enquanto a associação com pré-eclâmpsia foi mais forte entre as mulheres com mais de 35 anos. A endometriose também foi associada a maior risco de abortos espontâneos, que foi mais forte entre as mulheres com menos de 35 anos e com um modesto risco de parto prematuro.

 

Conclusão: Mulheres com endometriose podem ter um risco maior de complicações na gravidez.

 

Saiba mais acessando: https://ipgo.com.br/o-que-e-endometriose/

 

 

 

Comments

comments