fbpx

Endometriose: Cuidado Precoce para Preservar sua Fertilidade

endometriose: A DOENÇA DOS 6Ds

Só quem já sofreu com a Endometriose entende como ela pode afetar a vida de uma mulher. A endometriose é uma condição que causa dores abdominais intensas e persistentes durante o ciclo menstrual e, às vezes, mesmo fora dele. Essas dores podem ser extremamente angustiantes e até mesmo incapacitantes, afetando profundamente a qualidade de vida. Infelizmente, a endometriose não se limita apenas à dor, pois traz consigo uma série de outros sintomas que agravam ainda mais a situação. 

Conhecida com o a “Doença dos 6Ds“, a mulher que tem Endometriose pode apresentar 6 (seis) principais sintomas, que são:

  1. DOR PÉLVICA – É a dor na região do baixo ventre, que pode aparecer em qualquer época do mês e não apenas durante período menstrual. Pode ser classificada como dor pélvica crônica, situação em que geralmente dura por mais de 6 meses.
  2. DISMENORREIA – É a dor pélvica que surge no primeiro dia do período menstrual e se encerra rapidamente, mas para as mulheres com endometriose ela pode ser muito mais intensa e durar mais.
  3. DISPAURENIA – É a dor durante o ato sexual que se acontece no fundo da vagina, que muitas vezes é tão forte que pode causar problemas em seu relacionamento.
  4. DISQUESIA – É um distúrbio funcional onde a mulher sente vontade de fazer cocô sem evacuar de fato, ou precisar de muito esforço e tempo para tal. Isso acontece quando as células do endométrio se alojam na região do intestino.
  5. DISÚRIA – É o desconforto que a mulher sente ao urinar, podendo até mesmo ter resquícios de sangue na urina sem a presença de infecções, isso acontece quando as células do endométrio se alojam na bexiga e/ou nos ureteres.
  6. DIFICULDADE PARA ENGRAVIDAR – Uma das maiores queixas das mulheres com endometriose é a INFERTILIDADE, pois nenhumas dos motivos mencionados acima doe tanto quanto não poder engravidar.

Isso sem contar com os outros “Ds” que a Endometriose traz, como o Dissabor, o Desgosto, Desânimo e a tão temida Depressão.

Segundo a Sociedade Brasileira de Endometriose (SBE), 57% das pacientes sofrem com dores crônicas, e em 30% há casos de infertilidade.

Entendendo a endometriose

A endometriose, atingindo cerca de 1 em cada 10 mulheres, pode totalizar 8 milhões no Brasil e 180 milhões no mundo, segundo a OMS. Apesar de seu diagnóstico demorar em alguns casos, sintomas como cólicas intensas e dores pélvicas frequentes podem indicar a necessidade de uma investigação mais profunda.

Tratar a endometriose logo nos primeiros sinais é muito importante, a detecção precoce e o tratamento adequado são cruciais para evitar complicações futuras e proteger sua fertilidade. Confira um vídeo onde o Dr. Arnaldo Cambiaghi fala a respeito da Endometriose.

 

cuidados precoces para preservar a fertilidade

Preservar a fertilidade é uma preocupação vital para muitas mulheres, especialmente aquelas que desejam ter filhos no futuro. A endometriose não tratada pode levar à formação de aderências, cicatrizes e lesões nos órgãos reprodutivos, dificultando a fecundação natural e aumentando a probabilidade de infertilidade. No entanto, com intervenção médica adequada, é possível preservar a fertilidade e aumentar suas chances de ter filhos no momento certo para você. Além disso, tratar a endometriose não é apenas uma questão de preservar a fertilidade, mas também de melhorar sua qualidade de vida.

Preservar a fertilidade é uma preocupação vital para muitas mulheres, especialmente aquelas que desejam ter filhos no futuro. A endometriose não tratada pode levar à formação de aderências, cicatrizes e lesões nos órgãos reprodutivos, dificultando a fecundação natural e aumentando a probabilidade de infertilidade. No entanto, com intervenção médica adequada, é possível preservar a fertilidade e aumentar suas chances de ter filhos no momento certo para você. Além disso, tratar a endometriose não é apenas uma questão de preservar a fertilidade, mas também de melhorar sua qualidade de vida.

Você sabe quais são as principais medidas que uma mulher com endometriose deve ter para preservar a sua fertilidade:

  • Consultar um especialista: É essencial buscar o conselho de um médico especializado em endometriose. Ele pode avaliar a gravidade da condição, discutir as opções de tratamento e fornecer orientações específicas para preservar a fertilidade. 
  • Tratamento adequado: Controlar a endometriose pode ajudar a preservar a fertilidade. O tratamento pode incluir medicamentos para aliviar a dor e reduzir a inflamação, terapia hormonal para suprimir o crescimento do tecido endometrial fora do útero ou cirurgia para remover ou tratar aderências, cistos ou tecido endometrial. 
  • Aconselhamento psicológico: Lidar com a endometriose e a preocupação com a fertilidade pode ser emocionalmente desafiador. Buscar apoio psicológico pode ajudar a lidar com o estresse e a ansiedade associados à condição.
  • Acompanhamento da reserva ovariana: O médico pode monitorar regularmente a reserva ovariana por meio de exames de sangue para medir o hormônio antimulleriano (AMH) e exames de ultrassom transvaginal para verificar o número de folículos ovarianos. Isso pode ajudar a avaliar a reserva ovariana e a tomar medidas adequadas para preservar a fertilidade. 
  • Preservação de óvulos: Em casos mais graves ou quando a cirurgia pode afetar a reserva ovariana, a mulher pode considerar a criopreservação de óvulos. Esse procedimento envolve a estimulação ovariana para produzir múltiplos óvulos, que são coletados e congelados para uso posterior em tratamentos de reprodução assistida, como a fertilização in vitro (FIV).

Perguntas frequentes

Selecionamos as principais dúvidas sobre miomas que foram respondidas especialmente pelo Dr. Arnaldo Cambiaghi.

Confira na playlist abaixo:

dê o primeiro passo para a realização do seu sonho

Descrição do vídeo

O ciclo menstrual de uma mulher que tem endometriose pode ser um ciclo regular, mas o que chama atenção é o volume de sangue que sai em cada ciclo é uma quantidade normalmente que é aumentada e pode ser também um ciclo irregular, ela pode ser perdas sanguíneas antes da data prevista da menstruação ela tem a sua regularidade com algumas perdas, mas o mais importante que chama atenção além da cólica que é fundamental para ter o início do diagnóstico é ver que o volume sanguíneo costuma ser bem maior do que eu esperava, uma mulher nessa fase da vida.

Agende agora mesmo a sua consulta

Após preencher o formulário você receberá um contato da nossa equipe de atendimento para informações sobre o agendamento.

onde estamos

Rua Abílio Soares, 1125 – Paraíso CEP 04005 – 004 – São Paulo – SP

IPGO Logo Completo - Cinza e Branco- CMYK

©2023 IPGO — Todos os Direitos Reservados

informações sobre o agendamento de consulta

A consulta com o Dr. Arnaldo Cambiaghi (presencial ou online) é de R$1.062,00, esse valor pode ser parcelado em até 3x sem juros no cartão de crédito com emissão de Nota Fiscal. O retorno pode ser realizado em até 90 dias, para que tenha tempo hábil para realizar os exames.

DESEJA AGENDAR UMA CONSULTA?

cadastro realizado com sucesso

Obrigado por se cadastrar, em breve nossa equipe de atendimento entrará em contato através do WhatsApp cadastrado para agendar sua consulta.