Início » NOVO MEDICAMENTO É BOA OPÇÃO NO TRATAMENTO DA ENDOMETRIOSE

NOVO MEDICAMENTO É BOA OPÇÃO NO TRATAMENTO DA ENDOMETRIOSE

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Endometriose é uma doença caracterizada pela presença de tecido endometrial (revestimento interno do útero) fora da cavidade uterina (como ovários, tubas, intestinos, bexiga, peritônio, e até mesmo no próprio útero, dentro do músculo). Seus sintomas principais são dismenorréia (cólica menstrual) e dor pélvica. É uma doença crônica que em casos graves pode ser altamente debilitante.

O número cada vez maior de casos de endometriose e a seriedade dos sintomas da doença vêm preocupando autoridades de países desenvolvidos e em desenvolvimento. Estima-se que 10 a 14% das mulheres, em sua fase reprodutiva (19 a 44 anos) e 25 a 50% das mulheres inférteis estejam acometidas por esta doença.

Frente a isso, muitos estudos vem tentando encontrar a melhor abordagem desta doença. Ela normalmente é tratada cirugicamente (exérese cirúrgica das lesões) com associação de medicações. O objetivo do tratamento é aliviar dor e outros sintomas, reduzir as lesões de endometriose e melhorar qualidade de vida. Tendo em vista que é uma doença crônica, o tratamento deve manter-se por períodos prolongados e consiste na supressão hormonal. O tratamento padrão é o análogo de GnRH, medicação que inibe a hipófise, levando a um estado de menopausa. É efetivo na redução da dor, alívio dos sintomas e redução de lesões. Entretanto, é muito freqüente efeitos colaterais de fogachos (ondas de calor) e secura vaginal, além de pode causar osteoporose se uso prolongado. Assim, este tratamento é preconizado por no máximo 3 a 6 meses.

Após esse período, tem sido utilizados anticoncepcionais de uso continuo ou progestágenos, que podem ajudar na não progressão da doença e alívio dos sintomas.

Recentemente uma nova medicação foi lançada no Brasil. Trata-se do Allurene, cujo componente ativo é o dienogeste, um progestagênio com forte atividade progestacional e sem atividade androgênica. A dose recomendada é 1 comprimido de 2 mg via oral 1 vez ao dia.

Estudos mostraram eficácia no alívio da dor semelhante ao análogo do GnRH e redução das lesões de endometriose. A melhora dos sintomas se mantém por períodos prolongados de uso. Efeitos colaterais são leves e infreqüentes e são eles: dor de cabeça (9%), dores mamárias (5,4%), desânimo (5,1%) e acne (5,1%). Diferente do análogo de GnRH, não tem efeitos colaterais anti-estrogênicos relevantes como diminuição da massa óssea e sintomas de menopausa (calores, secura vaginal…), freqüentes com o uso do análogo. Também não se associa com efeitos androgênicos clinicamente relevantes e não tem impacto negativo sobre o perfil de lipídios, diferente de alguns progestagênios. Com o uso contínuo, há redução progressiva na freqüência e intensidade do sangramento.

O Allurene para o tratamento da endometriose mostra segurança e eficácia, sendo adequado para o uso a longo prazo e é uma opção de tratamento oferecida pela equipe do IPGO para pacientes com essa doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende
Ligue
Mensagem
WhatsAPP
Valores e Dúvidas sobre os Tratamentos no IPGO?
Tire suas dúvida e saibas os valores dos nossos tratamentos
Exame aumenta as chances de sucesso nos tratamentos de FIV
Exame oferece novas perspectivas para mulheres que tiveram falhas repetidas nos tratamentos de fertilização in vitro
11 motivos para a paciente procurar o IPGO

Por que os pacientes com problemas para engravidar e precisam de ajuda de um especialista devem escolher o IPGO?

Por que os pacientes com problemas para engravidar e precisam de ajuda de um especialista devem escolher o IPGO?

Conheça os livros digitais do IPGO

Leve para sua casa a maior coleção de E-books sobre fertilização

Adquira já os Livros Publicados do IPGO

Tenha em mãos a sua coleção

Podcast Da Fertilidade

Nossos conteúdos disponíveis a qualquer hora do dia

spotify-lateral
Valores e Dúvidas sobre os
Tratamentos
Tire suas dúvida e saibas os valores dos nossos tratamentos

As informações contida neste site têm caráter informativo e educacional e, de nenhuma forma devem ser utilizada para auto diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.

Desenvolvido por