Navegue pelo conteúdo do Post

Cirurgias inadequadas podem causar danos à fertilidade feminina

“Sempre que uma mulher necessitar de uma cirurgia em seu aparelho reprodutor deve questionar o médico sobre a real importância da mesma e dos cuidados que deve ter para que futuramente possa ser mãe”

Se formar na faculdade, ter um bom emprego, casar e ter filhos, estes são os sonhos da maioria das mulheres. Mesmo no momento de uma crise econômica ou da instabilidade no emprego em determinado momento da vida, lúcidas e realistas nos deparamos com algo que denominamos uma pequena vontade de engravidar. Tornar-se mãe é o maior desejo de quase todas as mulheres, entretanto estudos mostram que 15% delas não conseguem realizar este sonho e um dos motivos é que em determinado momento da vida tiveram que realizar uma cirurgia nos órgãos reprodutores, na região abdominal ou pélvica e naquele momento não se preocuparam em preservar sua fertilidade.

Hoje em dia, com o avanço rápido da tecnologia, cada médico especializa-se em um determinado tipo de técnica cirúrgica, e isto poderá fazer a diferença no momento de escolher o seu e preservar este sonho. Arnaldo Schizzi Cambiaghi, médico especialista em reprodução humana, explica que as intervenções cirúrgicas são normalmente benéficas para a cura das doenças, porém, se forem realizadas sem necessidade e com técnicas inadequadas prejudicam a saúde das pessoas podendo, entre outros problemas, causar infertilidade. “Recebo com freqüência em minha clínica, pacientes que não conseguem engravidar e que foram mutiladas por intervenções cirúrgicas agressivas e muitas vezes desnecessárias: ovários inteiros retirados ainda na adolescência, cistos simples, decorrentes de uma ovulação normal que foram operados, miomas pequenos e inofensivos que foram retirados, etc.”

Entre as intervenções mais freqüentes realizadas na mulher estão as cirurgias de mioma, cistos de ovário e endometriose. Para o especialista é importante que a paciente saiba questionar o seu médico quando receber a indicação de um procedimento cirúrgico. “Algumas perguntas deverão ser respondidas pelo profissional escolhido. Por exemplo, se é realmente necessária a intervenção cirúrgica, se existem alternativas de tratamentos para o caso, além de quais os riscos, os benefícios, as complicações e se esta cirurgia poderá interferir na fertilidade – melhorando ou piorando?”.

A complementação de explicações médicas pela literatura, internet ou uma segunda opinião poderão ajudar a esclarecer dúvidas sobre a técnica cirúrgica mais indicada para cada caso (se a cirurgia for realmente necessária) além de aumentar o grau de confiança no cirurgião que irá operá-la ao comprovar sua experiência no tipo de intervenção por ele proposto. Conhecer os detalhes que envolvem as doenças e a interferência delas na fertilidade exige conhecimentos específicos. É importante que jovens, pais ou responsáveis, também tenham estas noções para que possam ajudar a prevenir possíveis problemas futuros da fertilidade. É fundamental conhecer mais sobre cada doença para entender os prós e os contras de cada intervenção cirúrgica.

Para agendar entrevistas, solicitar fotos ou tirar dúvidas entre em contato com Carmen Guaresemin no cel.: 11 9245-6501 ou pelo e-mail: carmen@inthepress.com.br

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on linkedin

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Posts Recentes:

Gravidez

O objetivo deste capítulo é propiciar um melhor conhecimento dos sintomas e alterações orgânicas e psicológicas que ocorrem na gravidez.

Leia mais »
Newsletter
Para mais informações entre em contato com o IPGO

Fale conosco por WhatsApp, e-mail ou telefone

Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro de tudo!