Navegue pelo conteúdo do Post

20th Annual Meeting of the European Society of Human Reproduction & Embriology (Berlin- Germany) – 27 a 30/06 de 2004

Notícias do 20th Annual Meeting of the European Society of Human Reproduction & Embriology (ESHRE) Berlin – Germany. 27 a 30 Junho de 2004

Caro colega:

Estivemos no último Congresso da Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia em Berlim e estamos enviando algumas das novidades que poderão ser úteis no dia a dia do Ginecologista. Caso queira saber mais detalhes, mande-nos um e-mail para saude@ipgo.com.br

Acarbose (nome comercial: Glucobay-Bayer) – Uma nova alternativa no tratamento dos ovários policísticos.
Fonte: University Of Freiberg, Departamento Of Obst and Cynel Stuttegart- Germany.

O Acarbose, uma droga anti-diabética semelhante a metformina, tem demonstrado melhorar o metabolismo e a ovulação das mulheres com ovários policísticos. O tratamento apresenta seus efeitos benéficos após 9 semanas de uso: A dose inicial é de 50mg/dia na primeira semana;100 mg /dia na 2° semana e 200 mg dia na 3° semana, podendo-se daí em diante manter esta dose ou aumentar até 300 mg/dia. A vantagem em relação o metfomina é a menor quantidade de efeitos colaterais sem prejuízo aos efeitos benéficos.

N- Acetyl- cistein ou N – Acetil – Cisteina (nome comercial Fluimucil) Uma nova alternativa que em conjunto com clomifene melhora as chances de Ovulação nas paciente com SOP
Fonte: Benha and Cairo School of Medicine – Cairo, Egypt

O N-Acetyl- cistein tem propriedades mucolítica, antioxidante , inibidora do metabolismo fosfolipídico, liberador das citoquininas e atividade proteolítica. Estas propriedades podem ser importantes no processo de indução da ovulação. A dose diária utilizada na indução da ovulação em conjunto com clomifene é de 1,2 g/ dia. Os estudos preliminares demonstram excelentes resultados no uso desta combinação em pacientes resistentes ao uso isolado do clomifene.

Hormônio Anti- Mulleriano – Um novo marcador para avaliação da reserva ovariana e dos ovários na SOP.
Fonte: Departament of Internal Medicine , Erasmus M.C, Rotterdan, The Netherlands

O Hormônio Anti-mulleriano é membro da família TGTB que atua no crescimento e diferenciação dos órgãos antes do nascimento. Depois do nascimento tem ação no crescimento e desenvolvimento dos folículos do ovário. Assim a dosagem desta substância tem relação direta com a quantidade de folículos primordiais, taxa de sucesso nos tratamentos de fertilização, capacidade do ovário em produzir óvulos de boa qualidade e como complemento diagnóstico nas mulheres com ovários policísticos. Este exame associado a outros pode dar o prognóstico do sucesso de gestação em relação aos tratamentos que envolvem indução de ovulação.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on linkedin

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Posts Recentes:
Newsletter
Para mais informações entre em contato com o IPGO

Fale conosco por WhatsApp, e-mail ou telefone

Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro de tudo!