Navegue pelo conteúdo do Post

DIAGNÓSTICO DA SOP: CONSENSO DE ROTTERDAN

Os critérios diagnósticos para SOP sempre foram controversos mas, em 2003, criou-se o Consenso de Rotterdan, que é o critério mais usado para SOP. Segundo o consenso, o diagnóstico é confirmado quando pelo menos dois dos três itens abaixo forem preenchidos:

  • A Hiperandrogenismo (aumento do hormônio masculino) refletido por hirsutismo, acne, queda de cabelo ou exames de laboratório;
  • B Sinais de anovulação e/ou ciclos menstruais com intervalos irregulares curtos ou longos (atrasos menstruais);
  • C Ovários com característica micropolicística ao ultrassom.

Portanto, o diagnóstico da SOP poderá ser A e B, A e C ou B e C; isto torna interessante o fato de a mulher com SOP não precisar ter, obrigatoriamente, os ovários com múltiplos cistos!!!

Importante: além desses critérios, é necessário, ainda, excluir outras doenças que têm apresentação clínica semelhante como, por exemplo, tumores produtores de hormônios masculinos, hiperplasia congênita da suprarrenal, hiperprolactinemia, alterações da tireoide e a Síndrome de Cushing.

Este texto foi extraído do e-book “Síndrome dos Ovários Policísticos”.
Faça o download gratuitamente do e-book completo clicando no botão abaixo:

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on linkedin

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Posts Recentes:
Newsletter
Para mais informações entre em contato com o IPGO

Fale conosco por WhatsApp, e-mail ou telefone

Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro de tudo!