Navegue pelo conteúdo do Post

SÍNDROME METABÓLICA E A SOP

Cerca de 50% das pacientes com SOP desenvolvem a chamada síndrome metabólica.
Diagnóstico: leva em conta as características clínicas (presença dos fatores de risco) e dados laboratoriais. Basta a associação de três dos fatores abaixo relacionados para diagnosticar a síndrome metabólica

  1. Obesidade central ou periférica determinada pelo índice de massa corpórea (IMC), ou pela medida da circunferência abdominal (nos homens, o valor normal vai até 102 e nas mulheres, até 88 – atualmente existe a tendência de diminuir estes valores para 90 e 80, respectivamente);
  2. Níveis aumentados de triglicérides e ácido úrico;
  3. Valores baixos de HDL, o colesterol bom, e elevados de LDL, o mau colesterol;
  4.  Hipertensão arterial;
  5. Glicemia em jejum superior a 100, ou entre 140 e 200 depois de ter tomado glicose.

RESUMO PARA DIAGNÓSTICO (TRÊS DESTES CINCO FATORES FAZEM O DIAGNÓSTICO)

Pode ainda estar presente:

  • Ácido úrico elevado;
  • Microalbuminúria, isto é, eliminação de proteína pela urina;
  • Fatores pró-trombóticos que favorecem a coagulação do sangue;
  • Marcadores inflamatórios elevados (a inflamação da camada interna dos vasos sanguíneos favorece a instalação de doenças cardiovasculares).

Este texto foi extraído do e-book “Síndrome dos Ovários Policísticos”.
Faça o download gratuitamente do e-book completo clicando no botão abaixo:

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on linkedin
Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro de tudo!
Posts Recentes:

Tratamentos de Fertilização

Reprodução Humana Pesquisa da fertilidade Coito Programado Inseminação Artificial (IIU) Fertilização in Vitro (FIV) ICSI Super ICSI ou ICSI Magnificado

Leia mais »
Para mais informações entre em contato com o IPGO

Fale conosco por WhatsApp, e-mail ou telefone