Início » TRATAMENTOS DE FERTILIZAÇÃO EM PACIENTES COM MALFORMAÇÃO MULLERIANA

TRATAMENTOS DE FERTILIZAÇÃO EM PACIENTES COM MALFORMAÇÃO MULLERIANA

Os procedimentos nos tratamentos de fertilização dessas pacientes são exatamente os mesmos feitos pelas que se submetem ao mesmo tratamento e possuem anatomia normal. Entretanto, algumas dificuldades técnicas podem ser encontradas em decorrência das variações da anatomia, como os ovários em posição acima do esperado.

Em pacientes com útero bicorno ou didelfo, a transferência deve ser realizada escolhendo o lado (o corno) com melhor condição e um endométrio mais adequado. O número de embriões transferidos deve ser limitado de preferência a um, e no máximo dois, com objetivo de reduzir ao máximo o número de gestações múltiplas e o aumento da probabilidade de parto prematuro ou abortos.

Valores e Dúvidas sobre os
Tratamentos
Tire suas dúvida e saibas os valores dos nossos tratamentos