Navegue pelo conteúdo do Post

Como é feita a doação de óvulos compartilhada

O ciclo de doação de óvulos é realizado pela técnica de Fertilização in vitro, na qual os gametas femininos (óvulos) de uma mulher (doadora) são doados a outra (receptora) para que sejam fertilizados. A fertilização é realizada no laboratório com espermatozoides do marido da receptora. A doadora será estimulada com hormônios injetáveis para aumentar a produção de óvulos naquele mês.

No caso da doação compartilhada, a metade dos óvulos será fertilizada com os espermatozoides do marido da doadora e a outra metade com os espermatozoides do marido da receptora.

Vinte e quatro horas após a fertilização, sabemos quantos embriões se formaram. Estes embriões permanecem no laboratório por 2 a 5 dias e, após serem selecionados, serão colocados no útero através de um cateter por via vaginal. Não há necessidade de sedação.

Desta forma, o(s) embrião(ões) transferido(s) para o útero da receptora, será(ao) formado(os) pelo espermatozoide do próprio marido e o óvulo de uma doadora. A receptora recebe dois únicos hormônios (estrogênio e progesterona) para o preparo do endométrio a fim de receber os embriões, pois não existe indução de ovulação. A taxa de sucesso de gravidez é de 65%,  a mesma da paciente doadora, que tem idade ao redor de 30 anos.

Banco de óvulos: Doação de óvulos congelados

O BANCO DE ÓVULOS é o local onde ficam armazenados os óvulos congelados das doadoras.  O IPGO conta com doadoras de várias etnias e que realizam previamente todos os exames para a pesquisa de doenças infecciosas e cromossômicas. A doadora realiza todos os exames clínicos necessários, garantindo assim que seu estado de saúde atende às exigências da doação. A escolha da doadora é feita de forma sigilosa e atendendo às características físicas solicitadas pela receptora, tomando-se os devidos cuidados para evitar os riscos de utilização de óvulos de pessoas da mesma família, ou de incompatibilidade sanguínea. Quando indicado ou a pedido da paciente, o IPGO  realiza estudo minucioso de doenças genéticas (não confundir com doenças cromossômicas), estudo imunológico de compatibilidade, ( HLA-C/KIR) e exames de ancestralidade. Uma das vantagens da utilização do banco de óvulos do IPGO é a acessibilidade.

Como a doação é realizada por pacientes jovens, a taxa de gravidez é ao redor de 65%.

Este texto foi extraído do e-book “Doação e Recepção de Óvulos”.
Faça o download gratuitamente do e-book completo clicando no botão abaixo:

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on linkedin

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Tem alguma dúvida sobre esse assunto?

Envie a sua pergunta sobre assunto que eu responderei o mais breve possível!

Posts Recentes:

Puberdade e Crescimento

Ginecologia Infantil A criança não deve ser levada ao ginecologista rotineiramente, entretanto, algumas vezes esta consulta será necessária. Geralmente as

Leia mais »
Newsletter
Para mais informações entre em contato com o IPGO

Fale conosco por WhatsApp, e-mail ou telefone

Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro de tudo!