Início » Baixa Libido é comum entre mulheres ?

Baixa Libido é comum entre mulheres ?

Alguns termos utilizados pela ciência ganharam popularidade. É o caso de “libido”, que tem sua origem no latim e significa “vontade”. Tal termo se popularizou principalmente pela associação feita com a sexualidade. Quando utilizamos o termo “libido”, estamos diretamente falando de desejo sexual. A popularização do termo e sua identificação como um problema de saúde é recente, fato que surgiu a partir da segunda metade do século XX.

Tecnicamente conhecido como Desejo Sexual Hipoativo (DSH), a baixa libido ocupa o primeiro lugar no ranking das pesquisas sobre disfunção sexual entre mulheres. Para um diagnóstico preciso, a mulher deve procurar o seu médico ginecologista para averiguar se a baixa de libido está relacionada a alguma causa orgânica, como desequilíbrio hormonal, doença sexualmente transmissível (DST), infecção na região pélvica, etc.
Geralmente, quando não existe uma causa orgânica, a baixa libido está relacionada a problemas psicossociais e a análise dos mesmos se faz necessária com o auxílio de um psicólogo ou terapeuta sexual.

Dentre as causas psicossociais do DSH, encontramos a visão negativa da sexualidade, principalmente entre mulheres, que classificam o ato sexual e tudo que se refere a ele, como algo sujo e imoral. Muitas mulheres quando estão grávidas ou mesmo depois da gravidez se apegam ao papel de mãe e se anulam como mulher, não se mostrando mais atraente para o parceiro ou deixando de procura-lo sexualmente.

Atualmente, existe uma supervalorização da sexualidade que se dá apenas em nível de discurso, pois na prática não é bem assim. A maioria das pessoas reclama da falta de tempo, da correria diária, da rotina que enfrentam e priorizam uma série de coisas na vida: a casa, o trabalho, a escola dos filhos, as despesas, enfim tudo, menos a atividade sexual.
Além disso, a falta de sintonia com o parceiro, a baixa auto-estima, o sentimento de menos valia, os quadros depressivos, a ansiedade e a insegurança diante da atividade sexual, são fatores diretamente relacionados à baixa libido.

Infelizmente, sabemos que muitas mulheres convivem com este problema silenciosamente, carregando o ônus da insatisfação sexual por conta da criação ou por vergonha em se abrir com o parceiro ou em procurar a ajuda de um profissional.

Contudo, gostaríamos de ressaltar que o exercício da sexualidade é uma das formas mais saudáveis de se obter prazer, que entendido num sentido amplo, transcende o aspecto sexual e contribui para a melhoria da qualidade de vida.

 

Dr. Francisco Carlos Anello é ginecologista e terapeuta sexual
Tel. (11) 2296–5722
E-mail: cmp152@uol.com.br

Agende
Ligue
Mensagem
WhatsAPP

Leia mais sobre a

Bem Estar da Mulher
Menu
Valores e Dúvidas sobre os
Tratamentos
Tire suas dúvida e saibas os valores dos nossos tratamentos

As informações contida neste site têm caráter informativo e educacional e, de nenhuma forma devem ser utilizada para auto diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.

Desenvolvido por

Atendimento – Consultas – Momento Coronavírus

Queridos pacientes

Estamos cuidando de todos os ambientes com atenção especial à limpeza de portas, maçanetas e locais de contato manual, para recebê-los e continuar os atendimentos com a máxima segurança.
CONSULTA PRESENCIAL
Com o objetivo de manter o atendimento às pacientes sem causar prejuízo ou risco à saúde de todos, daremos continuidade às consultas presenciais em horário reduzido e restrito aos casos realmente necessários como gestantes, dor pélvica importante e outras situações que possam estar gerando angústia ou sofrimento às pacientes.

Horários:
2ª Feira: das 8H ás 12H
3ª Feira: das 14H às 18H
4ª Feira: das 8H ás 12H
5ª Feira: das 14h às 18H
6ª Feira: das 8H ás 12H

Atenção: estes horários poderão ser modificados a qualquer momento

CONSULTA ON-LINE/ TELEMEDICINA

Por ser este momento extraordinário em nossas vidas, estamos realizando CONSULTAS ON-LINE seguindo os critérios éticos do Conselho Federal de Medicina (CFM) e publicados no DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO – 21 de março de 2020.

Poderão ser marcadas pelo celular +55 11 99491 9030 e os retornos pelo WhatsApp +55 11 98591 1111-  e-mail: ipgoonline@gmail.com

Conheça os detalhes específicos para este atendimento:

Importante: Os tratamentos só serão realizados após consulta presencial.

😷 Atendimento – Consultas – Momento Coronavírus
Queridos Pacientes
CONSULTA PRESENCIAL – Horários:
Com o objetivo de manter o atendimento às pacientes sem causar prejuízo ou risco à saúde de todos, daremos continuidade às consultas presenciais em horário reduzido e restrito aos casos realmente necessários como gestantes, dor pélvica importante e outras situações que possam estar gerando angústia ou sofrimento às pacientes.
  • 2ª feira: das 8h às 12h
  • 3ª feira: das 15h às 19h
  • 4ª feira: das 8h às 12h
  • 5ª feira: das 15h às 19h
  • 6ª feira: das 8h às 12h
Atenção: estes horários poderão ser modificados a qualquer momento
CONSULTA ON-LINE/ TELEMEDICINA
Por ser este momento extraordinário em nossas vidas, estamos realizando CONSULTAS ON- LINE seguindo os critérios éticos do Conselho Federal de Medicina (CFM) e publicados no DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO – 21 de março de 2020.
Poderão ser marcadas pelo celular +55 11 99491 9030 e os retornos pelo WhatsApp +55 11 98591 1111– e-mail: ipgoonline@gmail.com
Conheça os detalhes específicos para este atendimento. Importante: Os tratamentos só serão realizados após consulta presencial.