Encontre-nos nas redes sociais:

Instagram da IPGO

Use o sistema de busca.

EVRA – A Pílula Transdérmica

Home » EVRA – A Pílula Transdérmica
Agende sua Consulta

Muitos tipos de anticoncepcionais são lançados, mas poucos fazem diferença. As pílulas anticoncepcionais orais, têm sofrido modificações constantes na sua formulação, tanto nas substâncias como nas dosagens representando grandes avanços para o bem estar da mulher, como por exemplo os implantes hormonais e os anéis vaginais.

O anticoncepcional transdérmico é uma nova alternativa para contracepção. A via transdermica segue uma tendência mundial de administrar medicamentos através da pele, fazendo que alcancem a corrente sanguínea rapidamente e com efeitos colaterais mínimos.

O contraceptivo EVRA age da mesma forma que as pílulas convencionais (impedindo a ovulação), vem numa embalagem com três adesivos que são colocados 1 vez por semana, no 1º dia da menstruação. Os locais de aplicação são: regiões do glúteo, abdome, parte superior do braço ou costas. A eficácia é idêntica a pílula convencional.

Cada adesivo mede 4,5 x 4,5cm, muito fino, da cor bege semelhante à pele e bastante aderente.
As vantagens deste método, além de não aumentar o peso e ter um efeito anti-androgênico (melhora a acne e a oleosidade da pele) é a facilidade de aplicação que evita esquecimentos (1 vez por semana) e a baixa dosagem hormonal. As desvantagens são a exposição do adesivo aos olhos do parceiro no ato sexual ou de outros e eventuais desprendimentos do adesivo.

As contra-indicações e os inconvenientes são semelhantes à pílula convencional.

Consultoria: Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi.

Implantes Hormonais Evra Nuvaring

Comments

comments