Aspectos Psicológicos do Homem Infértil

Homens com “H” maiúsculo

O homem e a mulher são conhecidamente diferentes em vários aspectos de comportamento. Desde a infância estas variações podem ser notadas. O menino geralmente é mais agitado, ao passo que a menina tende a ser mais tranqüila. No decorrer da adolescência até a idade adulta, estas diferenças se acentuam: as meninas tendem a ser mais centradas, amadurecem mais cedo, são mais responsáveis e mais vaidosas. Mas, de todas elas, a que mais me chama a atenção é o comportamento masculino diante de problemas de saúde. Enquanto a maioria das mulheres os encara com coragem (é evidente que sempre existem exceções), o homem tende a fraquejar em vez de enfrentá-los. Ele tende a se acomodar, se isolar e se afastar da rotina dos tratamentos, e ela os enfrenta. Vale ressaltar que essas observações são frutos da minha prática diária de consultório e não devem ser tomadas como regra.

A infertilidade masculina é em princípio muito mais “sofrida” do que a feminina, pois alguns homens associam esse fato à masculinidade e virilidade. Ser infértil parece despertar nos homens sentimentos de impotência e menos valia, entre outros. Ainda hoje, alguns segmentos da sociedade tendem a responsabilizar a mulher pelas dificuldades do casal em ter filhos. Muitos homens ainda se recusam a fazer o exame do seu esperma (espermograma), justificando que caberá à mulher fazer a investigação inicial, e só depois dos exames dela resultarem negativos é que darão início aos seus exames. Puro engano, pois como já foi explicado de todas as causas de infertilidade, 50% cabem ao homem. Existem vários exames que a mulher faz que são desconfortáveis e que poderiam ser dispensados se o exame do sêmen apresentar problemas graves e irreversíveis. Todas as alterações que prejudicam a fertilidade do homem são consideradas por ele constrangedoras, mas a considerada pior e mais traumática, sem qualquer dúvida, é a ausência total de espermatozóides, chamada azoospermia. Existem várias causas para este problema, que já foram descritas no decorrer deste site e de alguma forma, a maioria delas têm um tratamento específico para que o homem seja pai. Mesmo assim, o primeiro impacto emocional deste resultado é avassalador, pois de alguma forma parece afetar o moral do homem.

Sentem-se decepcionados, envergonhados e alguns até deprimidos, pois esta possibilidade raramente passa pela imaginação no sexo masculino. Não que a mulher seja insensível quando o problema é com ela, mas a forma de encarar os fatos geralmente é diferente no sexo feminino. Ela procura reerguer-se com coragem, enquanto o homem precisa de apoio, compreensão e de mãos estendidas para se levantar, encarar os fatos e participar do tratamento de forma ativa. Geralmente essa iniciativa para sua recuperação vem da sua própria mulher. É nesta hora que se descobre qual é o verdadeiro sexo frágil [leia mais sobre o assunto em “Depoimentos – Homens com “H” maiúsculo”.

Agende
Ligue
Mensagem
WhatsAPP
Valores e Dúvidas sobre os Tratamentos no IPGO?
Tire suas dúvida e saibas os valores dos nossos tratamentos
Exame aumenta as chances de sucesso nos tratamentos de FIV
Exame oferece novas perspectivas para mulheres que tiveram falhas repetidas nos tratamentos de fertilização in vitro
11 motivos para a paciente procurar o IPGO

Por que os pacientes com problemas para engravidar e precisam de ajuda de um especialista devem escolher o IPGO?

Por que os pacientes com problemas para engravidar e precisam de ajuda de um especialista devem escolher o IPGO?

Conheça os livros digitais do IPGO

Leve para sua casa a maior coleção de E-books sobre fertilização

Adquira já os Livros Publicados do IPGO

Tenha em mãos a sua coleção

Podcast Da Fertilidade

Nossos conteúdos disponíveis a qualquer hora do dia

spotify-lateral
Valores e Dúvidas sobre os
Tratamentos
Tire suas dúvida e saibas os valores dos nossos tratamentos